Rua Domingos Mondim (Tauá) - CEP: 21920-060


Oficial da Guarda Nacional (tendo chegado a tenente-coronel), advogado, jornalista e diretor da Tipografia Provincial, Domingos Mondim (por vezes, creditado como "Mundim", com "U") Pestana nasceu na Bahia, em 1805; e faleceu em Aracaju (cidade em que viveu grande parte de sua vida, tanto que seu nome é bastante mencionado em documentos sobre a história de Sergipe), em 1875.
Tomou parte na luta da independência, travada na Bahia, alistando-se como praça voluntária com os dois irmãos Manoel e Antônio Rebouças, Francisco Muniz Barreto e muitos outros jovens baianos e, finda a campanha, seguiu na carreira das armas, já escrevendo sobre assuntos de guerra.
Advogou algum tempo no foro de sua província, de onde passou para a de Sergipe por ocasião da Revolução de 1837; ali exerceu um lugar na secretaria do governo, aposentando-se no cargo de oficial-maior, e esteve depois algum tempo em Alagoas, onde foi eleito deputado provincial.
Participou da Guerra do Paraguai. E em Aracaju foi redator do "Correio Sergipense" e do "União Liberal".

Com informações da comunidade do Orkut Genealogia Nordestina (http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?tid=5331973964085343897&cmm=49866884&hl=pt-BR), Biblioteca Nacional, www.geni.com, www.conjur.com.br, www.infonet.com.br, http://clientes.infonet.com.br e Dicionário Bibliográfico Brasileiro (em www.brasiliana.usp.br)
Foto: Google Plus

PRINCIPAL